71 3270.4100

Fórum de Estudantes: uma celebração democrática

Postada em Geral / Todos, 18 de Abril de 2018

Um exercício democrático de troca e respeito às diferenças e opiniões, de deliberação e amadurecimento coletivo. Uma celebração democrática.

Repensando constantemente novos modelos de ensino e aprendizagem, o Fórum de Estudantes do Colégio Oficina se destaca como uma forma inovadora de pensar a educação. O evento acontece sempre no início do ano letivo e reúne os líderes de todos os Projetos Pedagógicos eleitos no ano corrente para tomarem posse, discutirem o que é e qual a importância da representatividade e liderança  com alguns convidados, além de iniciarem os planejamentos dos respectivos projetos (CONESCO, Oficina in Concert, Super Séries, G.A.C.C.O., Gestão Financeira e Conselho de Representantes). No total são eleitos anualmente 6 pares, ou seja, 12 líderes por sala, cada par responsável por representar a turma em um projeto.

Conforme tradição, a diretora Márcia Kalid foi quem proferiu o discurso de abertura deste que é um dos momentos mais importantes do calendário escolar, quando também, oficialmente, o novo grêmio estudantil, representado pela chapa "Ativa",  tomou posse proferindo seu primeiro discurso.
 
Em um segundo momento da manhã os alunos se dividiram por série para discutir os conceitos de liderança e representatividade com palestrantes convidados. Além disso, tiveram a oportunidade de conhecer outros representantes do mesmo projeto e perceber que fazem parte de algo maior, que engloba toda a comunidade escolar. 

No terceiro e último momento, os representantes se reuniram em salas que simbolizavam cada projeto da escola, para discutirem com os respectivos coordenadores o início do planejamento de trabalhos do grupo, debatendo as propostas, desafios e perspectivas das ações a serem realizadas. Assim, os novos representantes trocaram experiências, se conheceram melhor, discutiram o papel da liderança na contemporaneidade e deram o “pontapé inicial” ao calendário de Projetos da escola. representantes .

Nos dias que antecederam o Fórum, entre 9 e 14 de Maio, durante a chamada "Semana Cívica", a escola promoveu momentos com alunos de todas as séries e turmas para ampliar o alcance dessas discussões, tão fundamentais à formação cidadã de nossos jovens, a toda comunidade escolar - não restringindo-se aos representantes eleitos. O Professor de História Alysson Queiroz, por exemplo, regeu um desses encontros batendo um papo com os alunos sobre democracia, representação e a necessidade de exercitarmos nossa cidadania com responsabilidade e consciência crítica, seja nas atitudes mais simples do dia a dia quanto nas grandes tomadas de decisão. 
 
Alysson chamou atenção para o fato de que em uma democracia, embutidos nos direitos estão também uma série de deveres com os quais devemos nos comprometer. Nas palavras dele, "Acreditar que o exercício da cidadania é exclusivamente o exercício dos direitos é um engano, pois ele é, para além disso, o exercício dos deveres". A democracia, segundo ele, mais do que um direito é um valor, uma conquista das sociedades, relativamente recente no Brasil - país que foi predominantemente dominado pelo autoritarismo e não possui larga tradição democrática em sua História, como pode ser percebido desde os primórdios da formação da nossa sociedade. 
 
Alysson aproveitou o momento para destacar a necessidade de lutarmos de forma ativa pela preservação de valores democráticos, que em larga escala têm sido postos em cheque na atual conjuntura social e política do país: "Quando olhamos o cenário brasileiro, vemos tanto no campo das relações virtuais quanto reais, uma escalada de algo que deve nos preocupar muito e que se chama 'discurso de ódio'. Em muitas situações abriu-se mão do debate político no Brasil. O debate político pressupõe a compreensão da existência do outro, daquilo que é diferente de mim, do que pensa diferente de mim. Ninguém é obrigado a concordar com o diferente, mas é obrigado a respeitar a existência, o pensamento, os desejos desses diferentes. No atual momento da História do Brasil, precisamos nos  comprometer com o respeito ao outro e ao Estado de Direito".  
 
Como destaca o próprio Alysson, mais do que alunos, estamos auxiliando no desenvolvimento e formação de cidadãos. E exercitar a cidadania é (também) nos posicionarmos pela defesa do debate, do diálogo e do reconhecimento do outro independente das nossas diferenças: "Precisamos aprender (ou reaprender) a estabelecer uma convivência minimamente harmônica com o outro, a ensinar muitas vezes o outro a respeitar a gente, o que só é possível se nós também estivermos disponíveis para respeitarmos esse outro". 
 
O Fórum, nas palavras da diretora Magaly Figueiredo, se pretende exatamente um exercício democrático de troca e respeito às diferenças e opiniões, de deliberação e amadurecimento coletivo. Uma celebração democrática. "Acreditamos que  o Fórum é um momento único e singular  desta escola que acredita na participação de todos na  formação integral  de seus  alunos, “meninos e meninas”, arremata.
 
Confira a galeria de fotos do FÓRUM 2018: Clique aqui

Notícias : Todos

Avisos e Circulares

Não perca nenhuma atividade. Clique e fique por dentro de todos os avisos

Atividades Culturais e Esportivas

Tudo sobre Esportes e cultura é aqui

Artigos e Links Interessantes

Veja aqui todos os artigos e links já publicados.

Fotos e Vídeos

Veja aqui todas as fotos e videos do dia-a-dia e eventos do colégio