Menu
capa_safernet23

OFICINA DE FAMÍLIAS – Palestra com a Safenet 

No dia 08 de março, ocorreu a primeira Oficina de Famílias, com o tema Internet: Terra com lei – Nossos/as filhos/as seguros online? 

Para tratar do assunto, convidamos a Safernet, Organização Não Governamental, sem fins lucrativos, que trabalha para promover a conscientização de como usar a Internet de maneira livre e segura, sempre resguardando os princípios da liberdade e dos Direitos Humanos.

Os pais, mães e responsáveis acompanharam e fizeram perguntas durante a palestra do profissional Rodrigo Nejm. Doutor em Psicologia pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), atua desde 2017 como diretor de educação na Safernet Brasil, responsável pela criação de materiais pedagógicos para promoção da cidadania digital. Membro do Grupo de Pesquisa em Interação, Tecnologias Digitais e Sociedade (GITS/UFBA) e colaborador nos grupos de especialistas das pesquisas TIC Kids Online e TIC Educação do CETIC.br/CIG.br desde 2010.

Os tópicos abordados foram Cidadania Digital e Comportamento Online, Segurança Digital e Liberdade de Expressão x Fake News. O debate oportunizou importantes reflexões, além de apresentar dicas práticas de segurança no uso da internet para adolescentes e jovens. 

Para Rodrigo, o uso consciente da internet é algo que precisa ser ensinado, não apenas como um “extra”, mas como um complemento da formação escolar. “O nosso mundo hoje é digital, então crianças e adolescentes precisam ser habilitadas para desfrutar desse mundo dos recursos digitais com segurança, capacidade crítica, discernimento e com autocuidado”, afirmou. 

Os Riscos

Cada vez mais as nossas relações e atividades presenciais e digitais se confundem. Usamos a internet para trabalhar, nos relacionar com familiares e amigos, para consumir entretenimento, estudar, jogar, fazer compras e etc. Com crianças e jovens, essa interação online é ainda mais presente, e já faz parte da forma como se relacionam com o mundo. Por isso é fundamental possuir noções básicas de proteção de privacidade e dados pessoais. 

Rodrigo apontou os principais riscos associados ao uso não consciente da internet. São eles: 

  • Exposição de dados sensíveis (documentos pessoais, endereço, informações de cunho íntimo e etc.);
  • Contato com pessoas mal intencionadas e/ou potenciais criminosos como predadores sexuais, golpistas, ou aliciadores;
  • Contato com grupos de ódio e cyberbullying, que podem levar tanto ao risco de sofrer ataques virtuais, quanto de cometer ataques por falta de acompanhamento adequado e noções de bom comportamento digital;
  • Pressão social estimulada pela percepção equivocada de estilos de vida, padrão de beleza e comportamento, que colocam em risco a saúde mental dos usuários da rede.
  • Risco de exposição a conteúdos sexuais, sobretudo quando é a única fonte de  informação sobre o tema, além da exposição e sexualização precoce de crianças e adolescentes. 
  • Publicidade direcionada a crianças, que pode formar valores e identidades baseadas em padrões negativos de consumo. 

Para Rodrigo, é preciso trabalhar com esses temas frequentemente, nas escolas e pelas famílias, para promover o uso consciente da internet e prevenir os riscos.

Principais Recomendações

Para famílias: Conheçam as vidas digitais de seus filhos. Joguem junto os jogos favoritos, conheçam as redes sociais que eles navegam, de preferência antes de julgar e opinar. Quando a conversa parte da crítica, não há como estabelecer pontos de contato sem que haja desconforto e um comportamento defensivo, que pode afastar pais, mães e responsáveis de adolescentes e jovens que precisam de orientação. 

Faça em família um check-up de segurança digital: Use e conheça as ferramentas de proteção de privacidade e de segurança. Entre nas redes que você usa, e nas configurações configure controle de bem-estar e parental, e ative os recursos de proteção de dados. 

Conheça os canais de denúncia: É importante saber como denunciar, a quais órgãos recorrer para buscar ajuda, e estar ciente da legislação vigente sobre crimes virtuais. Essas informações sobre canais de denúncia e sobre as leis que atuam sobre crimes virtuais estão disponíveis no canal do YouTube do SafeNet (link abaixo) e também no site da organização: https://new.safernet.org.br/ 

Notícia recente

O Ministério da Justiça e Segurança Pública, em parceria com SaferNet Brasil, criou um canal exclusivo para recebimento de informações sobre ameaças e ataques contra as escolas. Essa é uma das ações da Operação Escola Segura que deu início na última quinta-feira (6/4). Todas as denúncias são anônimas e as informações enviadas serão mantidas sob sigilo: https://www.gov.br/mj/pt-br/escolasegura 

Quer saber mais? Conheça a playlist de vídeo aulas disponibilizadas no YouTube da SafeNet, e comece a aplicar as recomendações. 

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp