Menu

Subtema 8º ano 2023

8º anos – O jornalismo 

A democracia é baseada na liberdade de expressão e na transparência das informações. O jornalismo é responsável por garantir que a população tenha acesso à informação precisa e objetiva sobre o que está acontecendo em sua comunidade e no mundo. Ao fazer isso, o jornalismo ajuda a manter a integridade da democracia, garantindo que as pessoas possam tomar decisões informadas e participar de forma efetiva da vida política. Além de seu papel na democracia, o jornalismo também tem uma responsabilidade social importante. O jornalismo deve ser uma força para o bem e ajudar a construir uma sociedade mais justa e inclusiva. Isso inclui reportar sobre questões sociais e políticas críticas, dando voz a grupos marginalizados e expondo desigualdades e injustiças. Ao fazê-lo, o jornalismo pode ajudar a sensibilizar a população para questões importantes e a inspirar mudanças positivas.

8ºA – O jornalismo impresso

O jornalismo impresso registrou e debateu acontecimentos, noticiou decisões políticas que podiam variar de realização de obras urbanas situadas em contextos específicos a declarações de guerras e acordos de paz em escalas regional ou mundial; revelou momentos de crescimento e crises econômicas; orientou comportamentos sociais; criou hábitos e costumes. Sem dúvida, o jornalismo e as mídias tiveram papel fundamental e central na produção do mundo nos últimos 200 anos.  Caberá a essa turma revelar a potência do jornalismo impresso. 

8ºB – Olha o jornal!

Como o mais clássico – e o mais charmoso – representante dos meios de comunicação de massa, o jornal paga até hoje o preço que pioneirismos cobram – o qual nem os discursos de pretensa independência e tampouco a prática de denúncias contra ‘os poderosos’ conseguem quitar. Isto porque, ao longo da História, jornais vieram-se impregnando de um vício de origem: relações de mal disfarçada dependência com pessoas ou instituições que detêm poder, seja este econômico, político ou sociocultural. Caberá a essa turma revisitar as partes  de um jornal.  Apresentar a composição e a importância social de cada uma dessas partes. 

8ºC – Tecnologia em mutação – Onde estão os jornais impressos?

O jornalismo tradicional vai morrer antes mesmo do que imaginavam os mais pessimistas entre especialistas dos mercados de comunicação. Não será uma morte capaz de deixar, para a humanidade, uma data de lembrança especial, para celebrações posteriores. Há uma força de mudança de ritmo. Antes da pandemia, a extinção do modelo de produção e consumo de informações herdado do século passado e praticado ainda hoje por grupos comerciais de imprensa, andava devagar. Agora, vai acontecer. De repente. Aceleradamente, levando primeiro os meios impressos.

À frente do processo de mudança do mercado de comunicação e informação, um dia, seu jornal deixa de circular na versão em papel. Como já vem ocorrendo com alguma frequência atualmente. No outro, a revista. Na TV, o seu jornal nacional fica ultrapassado, assim como a potência dos rádios desaparece. Os dois meios vão durar mais tempo. Mas vão se esgotar como produtores de conteúdos jornalísticos. Onde estão os jornais impressos? Eis a grande pergunta que essa turma deverá responder. 

Disponível em: https://radardofuturo.com.br/o-fim-do-jornalismo-impresso-foi-antecipado-e-esta-proximo/, acesso em 06.03.23. Sugestões: https://files.cercomp.ufg.br/weby/up/694/o/05_03_Dossie3.pdf

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp

VEJA TAMBÉM