Menu
Imagem Conesco 2021

CONESCO

No início de julho, após a eleição de todos os representantes de Projetos Pedagógicos (que ocorre em cada turma do 6º ano do E.Fundamental à 3ª série do E.Médio), foi realizado o Fórum de Estudantes do Colégio Oficina, pela primeira vez em formato Online. Desta forma, foi possível contarmos com a presença de todos os alunos e não apenas os representantes, sendo oportunizada a todos os estudantes participação ativa nas discussões e socialização de sugestões para construção  dos projetos pedagógicos ao longo de mais um ano letivo.

Após muita escuta e planejamento, chegou a vez do nosso Congresso de Estudantes do Colégio Oficina (CONESCO) 2021 ganhar corpo. Todo ano são escolhidos temas estratégicos que são debatidos e estudados pela comunidade escolar. O CONESCO é um momento em que os alunos e alunas se mobilizam para debatermos subtemas derivados do tema do ano junto a especialistas, seguindo os parâmetros da Comissão Internacional sobre Educação para o Século XXI, da  UNESCO. centrada nas quatro aprendizagens: aprender a conhecer; aprender a fazer; aprender a viver; aprender a ser.

Tradicionalmente produzido pelos alunos dos Ensinos Fundamental e Médio, é um evento que envolve a participação de toda a Comunidade Oficina. Durante os primeiros meses do ano os professores trabalham sistematicamente o Tema e seus subtemas adotados de acordo com a faixa etária de cada série. A partir dos subtemas são propostas mesas de debate, cabendo aos alunos a divulgação do Congresso, bem como o convite aos palestrantes-especialistas de diversas áreas. Seguem-se a essa etapa as inscrições, instalações artísticas temáticas, recepção de convidados, entrega de certificados e elaboração de textos-síntese. Cria-se portanto, um espaço de debate para a discussão de questões relevantes da conjuntura regional, nacional e internacional.

Neste ano, o evento terá o formato Online. Os professores já vêm trabalhando o Tema do Ano e respectivos subtemas há algum tempo com as turmas e também as famílias foram convidadas para uma reunião com o consultor temático Marcelo Faria, para conhecerem mais a fundo, se apropriarem e discutirem o tema eleito:“Terra e Cidadania: o futuro depende do presente” e respectivos subtemas clique aqui e conheça cada um deles!

O professor Marcelo Faria é o especialista contratado para dar suporte teórico aos professores e corpo técnico, bem como para elaborar o texto de apresentação do Tema e as ementas do subtema de cada turma

Marcelo explica que o tema foi aprovado em 2019, ainda no “mundo pré-COVID”, porém, quando os trabalhos com os alunos de fato estavam para começar, foi decretada a pandemia e com ela o estado emergencial, colocando todos nós “em suspensão”. Agora, em 2021, retomamos com o tema que se mostra mais atual do que nunca, parecendo ter sido feito sob medida para o tempo presente em que vivemos.

Marcelo explica que tivemos um momento de suspensão da nossa experiência de mundo e, de certa forma, ninguém sabe se voltaremos para o “velho normal”, um “novo normal”, ou mesmo se haverá algum “normal”. O que parece ser bastante razoável dizer, segundo ele, “é que o que vai ser depende muito da forma pela qual a gente agencia os nossos pensamentos e as nossas ações, para construir o devir”.

Marcelo define que estamos vivendo em um momento bastante específico, no qual nossa capacidade de organizar a vida a partir de um projeto de futuro foi minada  – seja pela velocidade com que o mundo vai se reciclando, seja pela instabilidade produzida através do processo de globalização. Nesse contexto, parafraseando o sociólogo Sigmund Bauman, “estamos mais descuidados, ignorantes e negligentes quanto ao que virá”. Essa falta de projeto nos tem levado a sermos mais descuidados com a ideia de futuro, ou seja, estamos mais preocupados com o aqui e agora. .

A proposta do Tema do Ano, portanto, surge a partir deste contexto, como um convite a refletirmos e buscarmos agir com precaução e responsabilidade. Pela necessidade de reconstruir uma representação de futuro como algo positivo, resgatar a esperança de produzir um mundo no qual desejamos viver e, com determinação, voltarmos a acreditar que é possível produzirmos um mundo melhor.

Marcelo arremata: “Parece que estamos em um momento crítico, no bom sentido da palavra crítico (não naquele sentido comum que se usa na economia, que sempre se refere à crise como desagregação e falência… Mas nesta outra perspectiva, a partir da qual podemos falar em crise a partir da ideia de mudança e de construção do novo.

Clique aqui e confira imagens das edições passadas do CONESCO!

Compartilhar:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp